Segurança

Segurança Segurança

A energia elétrica permite que realizemos muitas atividades essenciais em nosso dia a dia. Entretanto, atividades rotineiras podem esconder perigos. Por isso, muitas situações de risco merecem cuidados.

Preparamos uma lista de orientações importantes sobre o uso correto da energia elétrica e recomendações básicas para evitar acidentes. Entenda como prevenir acidentes com eletricidade e desfrute dos benefícios da energia elétrica com tranquilidade.

Segurança no Carnaval

  • Não suba em postes para pendurar enfeites;
  • Não solte fogos de artifício em direção à rede elétrica;
  • Não coloque enfeites, nem objetos na rede elétrica;
  • Não jogue serpentinas na rede elétrica;
  • Fazer ligações clandestinas é pode colocar sua vida em risco  e é crime;
  • Não suba em postes e marquises próximo a rede elétrica;
  • Mantenha distância de fios caídos e não deixe outras pessoas  se aproximarem;
  • Em caso de acidentes, ligue 116.

Segurança nas Festas Juninas

  • Não suba em postes para pendurar bandeirinhas;
  • Não acenda fogueiras embaixo da rede elétrica;
  • Não solte fogos de artifício em direção à rede elétrica;
  • Não coloque enfeites, nem objetos na rede elétrica;
  • Ligações clandestinas é perigoso, coloca sua vida em risco e é crime;
  • Não solte balões;
  • Mantenha distância de fios caídos e não deixe outras pessoas se aproximarem;
  • Em caso de acidentes, ligue 116.

 

Segurança na Decoração Natalina

  • Use produtos certificados pelo Inmetro e siga as recomendações de potência, tensão de alimentação e instruções de uso;
  • No caso dos enfeites luminosos, observe a potência do produto, dada em watts (W), e contida na embalagem. Quanto maior a potência, maior será o consumo de energia;
  • Um conjunto padrão de 100 micro lâmpadas, com 50 W de potência, consome 16,5 kWh/mês, se ligado por 11 horas diárias. Reduza o tempo de uso. Se forem ligadas por 5 horas, das 19h à meia-noite, o consumo dessas lâmpadas cai para 7,5 kWh/mês;
  • Use lâmpadas de LED, que são mais eficientes, brilhantes e com maior durabilidade do que as convencionais;
  • Antes de decorar a residência, faça uma revisão nas instalações elétricas, com um eletricista capacitado;
  • Atenção para fios desencapados, com a parte metálica aparente. A capa de proteção evita choques e fuga da corrente elétrica;
  • Não faça várias ligações em uma mesma tomada, através do chamado “T” (benjamins), isso pode provocar aquecimento e curto-circuito e consequentemente interromper o fornecimento de energia elétrica;
  • As árvores de Natal devem ter a etiqueta “Resistente ao Fogo”. Essa medida preventiva pode evitar um incêndio, na eventualidade de um curto-circuito;
  • Evitar o uso de luzes elétricas e piscas decorativas em estruturas de metal. Elas podem conduzir energia e provocar choques elétricos;
  • Não utilize enfeites de papel em árvores com iluminação elétrica;
  • Manuseie a instalação natalina desconectada das fontes de alimentação de energia. Os equipamentos só devem ser ligados depois que a montagem estiver concluída;
  • Dê preferência aos enfeites impermeáveis, pois são mais seguros, têm maior durabilidade e podem ser reaproveitados nos próximos anos;
  • Redobre o cuidado ao instalar pisca-piscas em áreas externas das residências. O calor resseca a fiação e a presença de água potencializa os efeitos da condução da corrente elétrica pelo corpo humano;
  • Em hipótese alguma, permita que crianças manuseiem a decoração natalina que envolva energia elétrica;
  • Não instale objetos decorativos próximos à rede de distribuição de energia;
  • Desligue os aparelhos e enfeites de Natal ao sair de casa e na hora de dormir;
  • Não faça ligações clandestinas de energia para a iluminação natalina. Isso é crime previsto no Código Penal Brasileiro;

Segurança nas Ligações Provisórias para Eventos e Shows

  • A montagem de barracas e balões deve ser feita distante da rede elétrica;
  • Não faça ligação clandestina, isso coloca sua vida em risco e é crime;
  • Monte a barraca no mesmo lado da rede elétrica, atendendo ao layout apresentado pela prefeitura no momento do licenciamento;
  • Verifique se a instalação elétrica interna da barraca está adequada para suportar todos os equipamentos elétricos e a iluminação;
  • Evite utilizar fios com emendas. Caso isso não seja possível, isole as emendas com fita isolante e distante da parte metálica das estruturas;
  • Evite o uso de tomadas tipo “T” ou benjamins – isso pode sobrecarregar e causar curto-circuito na instalação;
  • Nunca encoste em tomadas ou interruptores de iluminação com as mãos molhadas ou com os pés descalços;
  • Siga as orientações da distribuidora de energia do seu estado para a instalação do padrão de entrada de energia elétrica;
  • Atenda as especificações técnicas exigidas, com aterramento instalado adequadamente;
  • A ligação provisória fornecida pela distribuidora de energia do seu estado é individual e não pode ser compartilhada com outra barraca.

Segurança no Período Chuvoso

  • Não ligue equipamentos elétricos se você estiver molhado ou descalço;
  • Desconecte das tomadas os aparelhos eletrônicos que não estiverem sendo usados;
  • Se perceber que as paredes da casa estão úmidas, evite o contato e não ligue equipamentos elétricos em tomadas instaladas ali;
  • Siga as orientações dos fabricantes de equipamentos elétricos quanto às instalações e, principalmente, as relacionadas ao aterramento elétrico;
  • Somente um especialista deve realizar manutenção nas instalações elétricas do imóvel;
  • Evite ficar em áreas descampadas (abertas) como campos de futebol, piscina, lagos, lagoas, praias, árvores, postes, mastros e locais elevados;
  • Recomenda-se ficar dentro de casa ou em local abrigado durante a chuva;
  • Procure não ficar sob árvores e/ou estruturas metálicas durante temporais com raios;
  • Em casa, evite o contato com objetos com estrutura metálica como fogão, canos, etc., sobretudo se a casa estiver em campo aberto;
  • Não realize serviços em locais onde o risco de exposição aos raios seja maior, a exemplo de instalação ou manutenção de antenas de TV;
  • Só instale, desligue ou remova antenas com auxílio de um profissional capacitado e se o tempo estiver bom;
  • Se sua antena cair sobre a rede ou próximo a ela, nunca tente segurá-la ou recuperá-la. Ligue para o 116;
  • Caso encontre um fio caído, jamais se aproxime. Ligue para o 116.

Segurança nas Férias de Verão

  • Mantenha as crianças longe de tomadas, fios e aparelhos elétricos;
  • Utilize protetores de tomadas para que não sejam introduzidos objetos metálicos;
  • O uso do famoso “T” (benjamim) e extensões devem ser evitados pois, além de sobrecarregar as tomadas, podem causar curtos-circuitos e incêndios;
  • Não utilizar a geladeira com os pés descalços;
  • Nunca manter contato com o eletrodoméstico quando o corpo estiver molhado;
  • Em áreas molhadas, é obrigatória a instalação do condutor de aterramento, mais conhecido como “fio terra”, conforme exigência da NBR 5410 (Instalações Elétricas em Baixa Tensão);
  • Equipamentos eletroeletrônicos, como videogames e computadores, devem ser ligados ou desligados da tomada por um adulto, sempre utilizando o plugue e jamais puxando diretamente o fio;
  • A fiação dos equipamentos deve estar em perfeitas condições. Se o cabo apresentar algum desgaste no isolamento, o aparelho não deve ser conectado à tomada;
  • Em ambientes internos e áreas livres de condomínios, as pessoas devem ficar distantes de quadros de energia e subestações internas (mais conhecidas como casas de força);
  • Só os profissionais qualificados devem acessar quadros de energia, subestações internas e geradores de energia elétrica.

Dicas de segurança com pipas

  • Só soltar pipas em lugares abertos e sem rede elétrica por perto;
  • Nunca praticar em áreas inadequadas porque pode causar sérios riscos à saúde, inclusive levando à morte por meio de descarga elétrica;
  • Não solte pipas em dias de chuva ou vento muito forte. Em caso de relâmpagos, recolha a pipa imediatamente;
  • A linha da pipa pode enroscar em postes, transformadores e nos cabos elétricos, podendo provocar curtos-circuitos causando a interrupção do fornecimento de energia;
  • As linhas com cerol que podem danificar os fios além de oferecer riscos à população, principalmente os motociclistas;
  • Em caso de acidentes envolvendo energia elétrica dentro de casa, desligue o disjuntor elétrico ou a chave geral e providencie socorro ligando para o Corpo de Bombeiros (193) ou para o Samu (192);
  • Nunca tocar ou tentar resgatar a vítima sem ter a certeza de que a fonte alimentadora da energia está desligada;
  • Ocorrências com a rede de distribuição de energia devem ser comunicadas imediatamente à distribuidora de energia do seu estado no telefone 116.